domingo, 24 de abril de 2016

Silhouette - 12 dicas de como ler marcas de registro

Tem sido muito comum as pessoas se desesperarem porque a silhouette não lê as marcas de registro.
Bom, quem tem experiência com a máquina, sabe que ela muitas vezes é temperamental.
Não que isso seja um problema, não é! Mas saber lidar com os "fricotes" dela é muito importante para que você tenha um bom desempenho com seus trabalhos.
Aqui vai algumas dicas sobre como lidar com isso;

  1. Primeiro de tudo, veja se as marcas estão bem desenhadas, se não estiver, uma marcação com uma caneta preta em cima dela resolve o problema.
  2. Veja se a base tem cola suficiente. Muitas vezes ela não lê a marca de registro por falta de cola. Se você tiver um raspador, utilize-o para assentar melhor a folha na base.
  3. Veja se não há luz interferindo na leitura. Faça testes de mandar ler com a tampa aberta e com ela fechada. Isso pode dar muita diferença.
  4. Se a base for genérica, veja se ela tem o mesmo tamanho da base original. Se não tiver, acerte sempre pela parte de cima da base, onde fica a "setinha". Isso já aconteceu comigo, a base estava maior, me indicaram nivelar a parte de cima e deu super certo.
  5. Limpe sempre os históricos de erro de leitura. Nunca mande ler se ainda estiver os erros anteriores lá. Cancele todos e mande o novo.
  6. Veja se a arte não está muito perto das marcações do registro (aquela gradinha cinza que fica em volta das marcas). Sua arte não pode estar em cima dela e tão pouco muito perto, porque certamente isso poderá interferir na hora de ler.
  7. Veja se você alinhou o papel de forma correta. Como existem algumas marcas de folhas que vem tortas de fábrica, isso pode interferir na leitura também. O ideal é que você alinhe a folha sempre pela parte de cima, colocando-a certinha no risquinho da base. Não tem problema se a lateral ficar torta, mas o importante é que a parte de cima não fique.
  8. Ao colocar a base na máquina, certifique-se também que está colocando no lugar certo. Outro truque às vezes e andar um pouquinho com a base para a esquerda ou direita, se ela estiver fora da leitura, esse truque fará com que as marcas de registro sejam lidas.
  9. Veja sempre as marcações de página. Se for portrait, tem que marcar como A4, se for Cameo marque como 12x12. 
  10. Marque a opção "Exibir margem de corte" e veja se o corte está dentro dela, ela só vai cortar o que estiver dentro dessa marcação.
  11. Certifique-se de que não há papéis enroscados na máquina, na lâmina, nos roletes ou na cinta protetora. Cinta muito desgastada também pode dar problema de erro de leitura (embora tenho a minha há mais de 4 anos sem trocar e nunca deu problema por isso).
  12. Se nada disso adiantar, outro fator que pode vir a dar problema é o cache cheio. Nesse caso o ideal é desligar a máquina, tirar todos os cabos dela e da tomada, deixar descansar por algumas horas ou que sá de um dia para o outro para só aí fazer todas as ligações novamente e tentar de novo seguindo todos esses passos.
Muitas vezes o problema da silhouette nem sempre é a própria silhouette e sim quem está a comandando.
Igual uma mãe se atenta para um filho e só de olhar já sabe o que ele tem, com a silhouette é a mesma coisa, você aprendendo a conhecê-la saberá logo de cara quais as soluções para resolver os seus problemas.
Por isso é muito importante fazer cursos, pesquisar e se especializar.
Ninguém nasce sabendo, mas é muito bom aprender com quem já tem experiência no mercado.
Aprendizado nunca é demais!