quarta-feira, 16 de março de 2016

Dicas de como usar a crise a seu favor

Cenário atual

Todos sabemos que o nosso país está passando por um momento muito difícil em vários aspectos: crise econômica, política, moral, ambiental e por aí vai. Sendo assim, os grandes veículos de comunicação aproveitam para nos bombardear com uma enxurrada de informações. Mas, ficar o tempo todo ligado a essas notícias negativas pode ser o caminho mais rápido para se contaminar e entrar de cabeça na crise.

Com este artigo eu pretendo mostrar como você pode aproveitar este cenário atual a seu favor. Você vai ver que nem tudo está perdido, pelo contrário, essa pode ser uma ótima oportunidade para você alavancar o seu negócio, fazer diferente e prosperar. Não há como negar que esse fantasma chamado crise traz grande preocupação, ansiedade e insegurança à população. É possível sentir no bolso cada aumento, e com isso vem a contenção de gastos e receio do amanhã. Mas, a boa notícia é que o seu sucesso nesse momento só depende de uma única pessoa, VOCÊ!

Isso mesmo, pode até parecer um pouco clichê, mas você tem em suas mãos o poder de mudar o seu destino, de construir o seu futuro da forma que sempre imaginou, independente de crise ou de cenário ruim. Para isso, basta fazer algumas coisas que exigem dedicação e esforço da sua parte: correr atrás dos seus objetivos, inovar, usar toda a sua criatividade e agarrar as oportunidades que surgirem.

A regra fundamental

Para construir o seu próprio futuro, existe uma regra básica e fundamental, a capacitação. Você deve estar continuamente desenvolvendo novas habilidades e aprofundando o conhecimento que você já possui. É possível se capacitar de várias formas: através da leitura de artigos na internet, vendo vídeos no YouTube, participando de feiras, conversando com pessoas mais experientes e por aí vai. Mas a principal forma de se capacitar é fazendo cursos com profissionais sérios e qualificados.

Portanto, aí vai a primeira dica: faça cursos de capacitação. Não existe segredo. Com eles, você vai se atualizar, descobrir as melhores maneiras de fazer as suas peças artesanais, economizar e otimizar o seu tempo, ficar por dentro das tendências, além de ter ideias para expandir a sua linha de produtos e, consequentemente, o seu negócio. Somando isto tudo, você será capaz de criar produtos totalmente diferenciados e com um ótimo apelo comercial. Enfim, um novo mundo vai se abrir para você. E é por isso que você não deve temer na hora de investir em capacitação. Esse dinheiro, com certeza, irá retornar para você.

Lembre-se: o mercado artesanal está passando por mudanças profundas. Nos últimos anos muitos cursos virtuais foram criados. Hoje, os artesãos têm acesso a um mundo de informações através da internet, o que está melhorando demais a qualidade dos trabalhos e acelerando o desenvolvimento de novas técnicas. Isto gera um efeito incrível de valorização do artesanato por parte do cliente, já que um trabalho mais moderno e qualificado tem um maior valor de venda. Esse é um movimento contínuo e sem volta. Esteja preparado para isso.

Trabalhar com o artesanato certo

O seu objetivo é ter renda com a venda do seu trabalho artesanal, correto? Você sabia que existem alguns artesanatos, digamos, mais fáceis de vender do que outros? Então, como saber qual é o artesanato certo, aquele que vai trazer a você um maior retorno? Em geral, se você trabalhar com artesanatos voltados para momentos especiais da vida das pessoas, a sua chance de sucesso é maior. Isso porque esse tipo de artesanato tem mais apelo comercial, é mais fácil vender. Quando você faz um artesanato desse tipo, está trabalhando diretamente com o emocional do cliente e isso vende demais, sabia?

Se você analisar, o próprio artesanato é algo muito emocional. É algo feito à mão, com carinho, por uma pessoa talentosa que também tem uma história. Então, arte manual tem tudo a ver com momentos especiais, como casamentos, bodas, aniversários, batizados, etc. Para esses eventos, você pode desenvolver peças mega personalizadas, cheias de afeto, que tem tudo a ver com a ocasião! Além disso, as pessoas tendem a gastar mais nessas ocasiões, o que vai te dar margem para vender mais, e, como resultado, ter maiores ganhos.

Caprichar na embalagem

Já ouviu aquela história de que artesanato não é valorizado? Pois é, isso é mentira. A valorização do artesanato depende de você e não do cliente. Se você tem algo bom, com apresentação impecável e mostra para o cliente certo, não tem erro, é venda na certa.

Um dos pilares para a valorização do seu trabalho artesanal é a embalagem. É importante fazer uma embalagem criativa e bonita para despertar a vontade de comprar em seu cliente. Através de materiais simples e com custo muito baixo, você consegue produzir uma embalagem de primeira qualidade. Para isso, pesquise no Google por “embalagem para artesanato” que você vai encontrar dezenas de ideias muito legais.

Lembre-se sempre: o cliente compra também com os olhos, portanto apresente algo diferenciado a ele.

Personalização

Talvez a principal vantagem do artesanato frente aos produtos industrializados seja a possibilidade de personalização. Você pode fazer as suas peças exatamente de acordo com o gosto do seu cliente, pode usar as cores que ele quiser e até colocar nomes e datas.

Muitos artesãos não aproveitam essa vantagem e produzem peças pouco diversificadas, como se fossem produzidas em linha de produção. Não cometa esse erro! Entenda o seu cliente para produzir exatamente o que ele está esperando. Coloque o nome da pessoa que vai receber, texturas diferentes e as cores dais quais ele mais gosta.

Montagem de kits

Outra estratégia que você pode usar para aumentar os seus lucros é montar kits de produtos. Se você trabalha com bijuterias, por exemplo, é muito mais lucrativo vender um kit com um brinco, colar e anel do que somente uma dessas peças. O kit é mais valorizado, além de agradar mais o cliente. Se o seu artesanato for usado para presente é melhor ainda!

A principal dica aqui é montar um kit harmonioso. No exemplo das bijuterias, coloque peças que combinem entre si. Se for saboaria artesanal, por exemplo, monte um kit com essências harmônicas e que sigam uma linha definida. Solte a criatividade que você vai longe!

Dica extra – outras fontes de renda com artesanato

Para finalizar o artigo, lá vai uma dica extra para você, uma ideia para abrir os horizontes. Existem várias maneiras de ter renda através do seu conhecimento sobre artesanato. Uma delas é por intermédio do ensino de técnicas que você domina. Já pensou em se transformar em uma professora de artesanato? Pois é, essa é também uma ideia extremamente lucrativa.

É possível montar uma escola na garagem da sua casa, ir até a casa das alunas ou alugar uma sala para o empreendimento. Tudo, claro, com muito planejamento. Mas não é só isso, hoje com o alcance enorme da internet você pode dar aulas pela grande rede de computadores. É possível gravar as suas aulas e vendê-las através da internet, ou mesmo montar apostilas e ter uma boa renda através da comercialização.

Enfim, oportunidades não faltam! Esteja sempre atento a todos os detalhes, pesquise bastante, se capacite e nunca desista dos seus sonhos. Certamente você vai alcançar o seu objetivo e viver do que sempre sonhou, independente de qualquer cenário.

Fonte: Fernando Oliveira é o criador do blog Revista Artesanato, um dos maiores sites de artesanato do Brasil e do portal de cursos online Artesanato.com. Hoje se dedica a criar cursos de capacitação para artesãos que querem transformar o seu hobby em um ótimo negócio.